Destaques

Newsletter

06/06/2020

Você tem cuidado com os seus livros?

Lar é onde minha estante de livros está: tem sido assim desde que meus livros saíram daquelas caixas de plástico organizadoras de escritório e foram promovidos para uma prateleira improvisada no móvel onde ficava o videogame. Só depois de alguns anos que eu consegui, com custo, comprar duas estantes dignas de carregar todo o valor emocional que cada volume agregou no decorrer dos anos – e elas estão comigo até hoje, meio tortas e entrevadas, sim, mas inteiras. Fato é que, seja dentro de caixas ou belamente dispostos em uma estante, ter livros demanda certos cuidados para que eles não estraguem com o passar do tempo. Eu descobri isso de formas bem trágicas, então decidi compilar algumas dicas para que vocês não cometam os mesmos erros.
Mulher em biblioteca procurando algo para ler
Ter uma biblioteca em casa é o sonho de todo leitor, mas requer cuidados com os livros. Foto por Clay Banks em Unsplash.

14/04/2020

Para quem tem estilo: pulseiras de prata da Key Design

Todo dia é uma briga diferente com o meu estilo. Ô coisinha difícil de definir. Em um dia, quero me vestir toda garota de vestido rodado e cachinhos cuidadosamente enrolados. No outro, prefiro ficar no básico com uma camisa de estampa fofa e uma bota de couro gasta que só vendo. Sem falar das vezes em que eu decido fazer compras nas seções masculinas das lojas porque, sabe, quero ter bolsos nos meus jeans também. O único ponto comum nessa bagunça que eu chamo de "estilo" (entre aspas por motivos óbvios) é que o conforto sempre vem antes de qualquer outra coisa. O que me faz chegar em... acessórios! Eu acho um charme sem igual gente que consegue usar todo um arsenal de detalhes, mas quando você muda tanto o visual de um dia para outro é um desafio encontrar peças que funcionem com todas as possibilidades.

12/04/2020

Desprovida

Eu olho o meu reflexo no espelho. O que estou fazendo comigo mesma? Foto de Noah Buscher em Unsplash.
Ela passava facilmente despercebida no meio da multidão. Não possuía nada de especial ao primeiro olhar: ombros caídos, cabeça baixa, olhos que se distanciavam da realidade. Ela passava despercebida na vida. Não cultivava amizades sinceras e duradouras, e costumava isolar-se em qualquer lugar que pudesse oferecer a tranquilidade que não encontrava em seu interior.

@literalize.se

© Literalize-se – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in