03/03/2011

[Resenha] Fazendo meu Filme, vol.1



Tudo muda na vida de Fani quando surge a oportunidade de fazer um intercâmbio e morar um ano em outro país. As reveladoras conversas por telefone ou MSN e os constantes bilhetinhos durante a aula passam a ter outro assunto: a viagem que se aproxima. “Fazendo meu filme” nos apresenta o fascinante universo de uma menina cheia de expectativas, que vive a dúvida entre continuar sua rotina, com seus amigos, familiares, estudos e seu inesperado novo amor, ou se aventurar em um outro país e mergulhar num mundo cheio de novas possibilidades.

Sinceramente? Nem sei o que dizer em relação a Fazendo meu Filme - A Estreia de Fani (Autêntica Editora, 329 páginas)! Será que dizer que ele é perfeitamente perfeito é suficiente? Não, creio que não...
O livro conta a historia de Fani, uma adolescente que, como todas as outras, passa pelos anseios e descobertas típicos dessa que é a melhor, e mais difícil, fase da vida para qualquer garota.
Ela tem tudo o que precisa para ficar feliz: uma família, amigas leais e um amigo confidente. Porém tudo muda quando surge a oportunidade de fazer um intercâmbio e morar um ano em outro país: as constantes conversas por telefone, por MSN e os intermináveis bilhetinhos durante as aulas mudaram o assunto: agora só falavam sobre a viagem que se aproximava cada vez mais.
Vemos o mundo pessoal de uma menina que vive na dúvida entre continuar sua rotina e ter um novo romance ou conhecer novas terras, ter novas experiências , novos amigos e descobrir como é o mundo fora de sua redoma de vidro.
Já deu pra entender o porque de eu não ter palavras, né? Nas "costas" do livro, há três depoimentos de leitoras, e faço minhas as palavras de Julia Fonseca:

"Passei minha adolescência inteira lendo romances que retratavam a vida de meninas americanas, mas um livro falando da vida no Brasil tem um gostinho mais familiar... simplesmente me apaixonei!"

Além de tudo, a autora narra com maestria os sentimentos das adolescentes, fazendo com que nos sintamos compreendidas e retratadas nas folhas que se passam. A curiosidade bate forte e é quase impossível largar o livro!
Uma coisa que eu achei super interessante foi os trechos de filmes que a autora colocou no começo de cada capítulo. Além de um repertório enorme de DVD's, Paula pimenta deve ter se esforçado muito para chegar ao resultado final que se encontra em minhas mãos, e podemos dizer que está à altura da excelência.