12/11/2011

[Resenha] As Duas Faces da Abóbora


A morte de um influente empresário norte-americano do setor petroquimico e de usa esposa em um trágico acidente, é o ponto de partida do romance As Duas Faces da Abóbora, que prossegue com o conflito entre os dois filhos do casal – o capitalista Robert King e a humanista Kate King. Donos de personalidades antagônicas, ambos têm que decifrar o mistério que envolve o passado dos pais, no Rio de Janeiro, para colocar fim à disputa por uma herança avaliada em US$ 30 bilhões. O que poderia haver de tão importante na Cidade Maravilhosa a ponto de transformar completamente a vida dos irmãos? Que segredo, guardado no Rio de Janeiro, poderia abalar a base de poder econômico de Robert King, presidente da PetroWide, em Nova York, e alegra o coração de Kate, voluntária de uma organização não governamental em Maputo, Moçambique?
Nova York, Rio de Janeiro e Maputo são cenários da obra de Caco Porto – uma história emocionante que associa os seres humanos a "partículas inteligentes" integradas na rede mundial de computadores. A obra nos leva à reflexão sobre a falta de fronteiras do mundo contemporâneo e sobre as mudanças positivas que podem ocorrer nas próximas décadas pela presença da Internet, que potencializa interações pessoais entre os povos de diferentes culturas e de realidades econômicas díspares.


Nunca sabemos quando nossa vida está prestes a mudar radicalmente. A mesma lei se aplica aos irmãos King, cuja família tem um dos nomes mais poderosos no ramo petroquímico.
Eles passarão por essa mudança juntos, após o trágico acidente aéreo que levou seus pais, mas em essência estão separados.
De um lado, Robert King. Rico, manipulador, inteligente sagaz e intimidante. Para ele, dinheiro em primeiro lugar, independentemente da situação. Do outro lado, Kate King. Humanista que concentra seus esforços em oferecer uma vida melhor àqueles que nada têm. E não é só. Ainda falta uma peça desse quebra-cabeça. O segredo escondido no Rio de Janeiro e que irá alterar completamente os seus mundos.
O que será esse mistério?
Caco Porto nos apresenta uma história cheia de ação, aventuras e perseguições, e não falta aquela pitadinha de romance e suspense. As Duas Faces da Abóbora (Primavera Editorial, 340 páginas) é um livro que envolve o leitor numa teia de descobertas aterradoras e conflitos impressionantes, digno de ir para as telonas do cinema.
Demorei a ler este livro mais do que o usual para o seu tamanho pois não havia me interessado muito pela sinopse. Mas com o passar dos capítulos, que são pequenos e dinâmicos, me prendi tanto à história que nada parecia capaz de se separar dela, nem mesmo a sensação de areia nos olhos após tantas horas de leitura.
O que posso dizer? Estou orgulhosa! Um livro nacional conseguiu superar muitos outros estrangeiros que vejo por aí, que têm a fama, mas não têm o contéudo deste fascinante romance. Recomendo a todos. Garanto que não irão se arrepender.