07/12/2012

[Resenha] Apanhando Amoras


Clarisse, uma jovem sem maldade, aos 16 anos se apaixona profunda e prematuramente por Marcelo, um moço da cidade e, por puro capricho, decide seduzi-la. Eduardo, um psiquiatra angustiado por conflitos profissionais e conjugais, será uma peça importante no desenlace da estória de Clarisse mesmo sem conhecê-la. Atormentado por visões e sonhoso onde vê a jovem com um bebê, tentando se jogar de uma ponte. Acredita conseguir mudar o destino de Clarisse, empreendendo uma jornada em busca de informações sobre sua real existência, ao mesmo tempo em que tenta dar sentido a sua própria vida. Até que ponto a estória de Clarisse é real para Eduardo? Conseguirá ele salvá-la de seu destino ou tudo não passa de um simples pesadelo?

Introdução


Com apenas 16 anos, Clarisse conhece ambos a magia do amor e o desespero da desilusão. Expulsa de casa pelo padrasto por ter "desonrado" a família, a jovem vai para a cidade em busca do pai.

"Teve a nítida sensação de ver na janela sua mãe acenando. Era um aceno triste, de despedida - de nunca mais" pág 38"
Porém, uma desagradável surpresa faz com perca as esperanças e a si mesma na crueldade do mundo. O que poderia ter acontecido de tão grave, para que aquela linda garota do campo de cachos loiros e olhos azuis viesse a se suicidar?

Espaço

Grande parte da história se passa em Arcoluz, mas a menina Clarisse vem de uma pequena vila chamada Ponte Nova, encrava na Serra da Mantiqueira, em Minas.

"Diferente do amanhecer na cidade ou em qualquer outro lugar, ali na vila o dia iniciava sempre com o mesmo brilho" pág 13
Os cenários -- principalmente aqueles envolvendo a natureza -- são eximiamente descritos, levando longe a imaginação do leitor.

Tempo

A estória ocorre em um período de aproximadamente 4 anos. A passagem do tempo é facilmente delimitada pelo fato de o autor explicitar que Clarisse tenta se suicidar aos 20 anos e a narração de sua estória começa quando ela tem um pouco mais de 16.

Personagens

Clarisse era uma jovem ingênua e inocente, que foi tolamente iludida por Marcelo, um garoto da cidade. Ao se ver expulsa de casa e sozinha no mundo, Clarisse conhece a verdadeira essência das pessoas.

"Ela já não pensava como antes. O amor já não era tão doce, e sim um pouco amargo." pág 115

Eduardo é um psiquiatra. Ele nunca foi o mesmo depois de perder seu paciente, Paulo Henrique e, após novamente falhar em salvar a vida de uma pessoa, passa a ser atormentado com visões de Clarisse, que tenta lhe dizer algo sem que este seja capaz de compreender.

"Às vezes, sinto-me na obrigação de salvar o mundo" pág 84

O interior de Clarisse é explorado ao máximo pelo autor. O leitor consegue perceber as sutis mudanças que tornam o espiríto da personagem amargurado, compreende aos poucos o que a levou ao desesperado ato de se suicidar.

"Eu... eu não tenho futuro. Não consigo ver além do hoje." pág 207

Senti falta, porém, de uma exploração mais profunda da personalidade e ca´rater de Eduardo. Embora ele seja tão importante quanto Clarisse, foi psicologicamente explorado como qualquer personagem secundário.

Enredo

Apanhando Amoras (280 páginas, Modo Editora) é, mesmo envolvendo alguns fatos sobrenaturais, um retrato da triste realidade de muitas garotas. O autor mostra ao leitor não apenas os infortúnios de Clarisse, mas também de outras garotas que perderam sua perspectiva de futuro, que não sabem mais o que fazer com suas vidas. Valdir expõe essas estórias de uma forma aterradora, que pode surpreender e impressionar alguns leitores. 
A escrita de Valdir flui facilmente, e passamos pelas páginas e capítulos quase sem perceber. É impossível controlar a vontade de saber mais sobre Clarisse e, mesmo já sabendo do seu final trágico, torcer para que tudo desse certo, para que não passasse de um brincadeira de mal gosto.
Muito intrigante é a mensagem que o autor nos passa. No começo, pensei que ele defendia a tese de nosso destino é imutável, de que tudo está escrito e que não podemos fazer nada em relação a isso. Me surpreendi porém, com a forma como ele explorou a ideia exatamente antagônica a esta, a ideia de que podemos, sim, mudar nosso destino, que são nossas escolhas que fazem nosso caminho.

Estrutura Artística

Capa: Vamos combinar que esse projeto gráfico é lindo. Presumo que seja referente a Ponte nova, pela paz e tranquilidade que transmite.
Título da Obra: É um título não ão sugestivo mas que, para quem leu o livro, tem um grande significado. Não irei entrar em detalhes, vou deixar para vocês mesmos descobrirem.
Sinopse: A sinopse deste livro foi bem elaborada. Revela o básico e deixa a curiosidade no leitor. Porém, se vocês lerem com atenção perceberam que há erros até mesmo nela. Copiei tal qual nas costas do livro.
Diagramação: Esta obra tinha de tudo para se tornar uma de minhas preferidas, mas não o foi exatamente pela diagramação. Embora tenha acho lindas a ilustração no começo de capa capítulo e a ponte na numeração das páginas, encontrei tantos erros que me desanimaram. Venho notando isso nos livros da Modo Editora. Eles não têm o mínimo cuidado em corrigir os erros, deixando a impressão torta, a numeração cortada ao meio em algumas páginas e 50 erros na diagramação. Sim, isso mesmo que você leu. É uma pena que uma obra tão boa quanto Apanhando Amoras perca tantos pontos por causa de um erro da Editora. Parte meu coração.

Estrutura Física

Capa: material comum, resistência média, filipetas com um trecho do livro e informações sobre o autor.
Páginas: amareladas, ou seja, refletem menos a luz.

Recomendações

Por ter sexo, suicídio e questões existenciais, não recomendo para menores de 18 anos. No mais, creio que todos aproveitariam a leitura, principalmente por fazer com que repensemos a vida e a situação de muitas pessoas por ai.

Análise

Espaço: 5
Habilidade do autor: 5
Diversidade de ambientes: 5
Tempo: 5
Concordância com a época: 5
Passagem do tempo: 5
Personagens: 4,3
Interação: 4
Personalidades: 4
Aparência e carisma: 5
Enredo: 5
Originalidade: 5
Narrativa: 5
Intensidade da trama: 5
Estrutura Artística: 4,3
Capa: 5
Título da Obra: 5
Sinopse: 3
Diagramação: 2,5
- Erros: 1
- Fontes/Ilustrações: 4
Estrutura Física: 4,5
Capa: 4
Páginas: 5
Minha Opinião: 4,5
Nota Final:4,6