25/12/2013

[Resenha] Anjos à Mesa


Shirley, Goodness e Mercy sabem que o trabalho de um anjo é interminável — especialmente na véspera do Ano-novo. Ao lado de seu novo aprendiz, o anjo Will, elas se preparam para entrar em ação na festa de fim de ano da Times Square. Quando Will identifica dois solitários no meio da multidão, ele decide que a meia-noite será o momento perfeito para dar aquele empurrãozinho divino de que eles precisam para acabar com a solidão. Então, por “acidente”, Lucie Ferrara e Aren Fairchild esbarram-se no meio da alegria da festa, mas, assim como se aproximam, acabam se perdendo: um encontro marcado que não acontece os afasta pelo resto da vida. Ou será que não? Um ano depois, Lucie é a chef de um novo e aclamado restaurante, e Aren é um colunista de sucesso em um grande jornal de Nova York. Durante todo o ano que passou, os dois não se esqueceram daquela noite. Shirley, Goodness, Mercy e Will também não se esqueceram do casal... Para uni-los novamente, os anjos vão usar uma receita antiga e certeira: amor verdadeiro mais uma segunda chance (e uma boa dose de confusão), para criar um inesquecível milagre de Natal.


Enredo

Shirley, Goodness e Mercy, embora sejam bem desastradas, entendem a importância do trabalho de um anjo. E, agora que foram denominadas como mentoras do novo anjo Will, elas tem que passar esse senso de responsabilidade para ele. Em pleno Ano Novo eles visitam a Terra e suas luzes sem que Gabriel, seu superior, saiba. Nada pode dar errado. Entretanto...

"Mercy percebeu o que estava prestes a acontecer e sentiu-se sem forcas para evitar. Com um único movimento de asa, Will fez com que esses dois estranhos tropeçassem um no outro" página 20

Lucie Ferrara e Aren Fairchild se encontram "por acaso" (leia-se "por causa de Will") no Ano Novo, quando a vida de ambos esta prestes a mudar. Apos uma noite incrível na companhia um do outro, eles prometem um reencontro. Porém, o destino não colabora e eles se perdem para sempre... ou não?

"Como disse, não há um calendário exato para encontrar a pessoa certa. [...] Acontece quando tem que acontecer." página 42

Um ano depois, Lucie se torna chef de um novo restaurante de sucesso, enquanto Aren se tornou colunista de um famoso jornal de Nova York. Por mais que neguem, nenhum dos dois esqueceu de quando se conheceram. E tarefa de Shirley, Goodness, Mercy e Will ajudar esse casal a aprender sobre o verdadeiro amor, o perdão e as possibilidades que uma segunda chance pode proporcionar.

Anjos à Mesa (Editora Novo Conceito, 218 paginas) tem um enredo envolvente e leve, combinado com uma narrativa fluida e cativante. Foi a primeira obra que li de Debbie Macomber, e me apaixonei instantaneamente.

Personagens

Shirley, Goodness, Mercy e Wiill são responsáveis por quebrar a tensão do livro, trazendo toda a comédia e também as lições mais importantes. Cada um tem uma personalidade, mas agem como se fossem um só, em busca de um objetivo comum: a felicidade dos humanos.
Lucie Ferrara e uma mulher incrível. Determinada, persiste na busca de seus sonhos sem esquecer dos menos afortunados, fazendo constantemente trabalhos voluntários. Mas ninguém e perfeito, e ela demonstra ter certa dificuldade em perdoar erros do passado, mesmo que isso cause sofrimento a si própria.
Aren Fairchild não e para menos. Também é um cara que corre atrás de seu futuro sem se importar com as circunstâncias, mesmo sendo responsavel pelo sucesso ou pela falencia de muitas outras pessoas.
Os personagens interagem muito bem entre si, e o sentimento entre Lucie e Aren parece verdadeiro, com seus defeitos e obstáculos.

Estrutura Artística

Capa: retrata a entrada do Encantos Divinos, restaurante de Lucie. A ideia foi boa, já que grande parte dos acontecimentos-chave se passam na época do Natal, porém creio que foi mal desenvolvida. A capa é muito colorida e brilhante, o que tira a credibilidade do conteúdo do mesmo.
Titulo da Obra: simples e bonito.
Sinopse: foi muito bem trabalhada.
Diagramação: encontrei um erro, apenas.

Estrutura Física

Capa: material comum, resistência média, com filipetas.
Paginas: amareladas, refletem menos a luz.

Análise

Enredo: 5
Originalidade: 5
Narrativa: 5
Intensidade da trama: 5
Espaço: 5
Habilidade do autor: 5
Diversidade de ambientes: 5
Tempo: 5
Concordância com a época: 5
Passagem do tempo: 5
Personagens: 5
Interação: 5
Personalidades: 5
Aparência e carisma: 5
Estrutura Artística: 4,1
Capa:2
Título da Obra: 5
Sinopse: 5
Diagramação:4,5
- Erros:4
- Fontes/Ilustrações: 5
Estrutura Física: 4,5
Capa: 4
Páginas: 5
Minha Opinião: 5
Nota Final: 4,8