02/01/2014

[Resenha] Quero Ser Seu


Ryan Sullivan sempre gostou muito de Vicki, a quem conheceu na adolescência, quando ela lhe salvou a vida: no estacionamento da escola, um carro desgovernado só não o atropelou porque Vicki o empurrou para longe. Desde então, eles se tornaram melhores amigos — pelo menos, melhores amigos até onde um homem e uma mulher lindos e sedutores conseguem ser...
O tempo passou, Vicki casou-se e se separou, e Ryan seguiu sua vida de solteiro. Até o dia em que Vicki pediu-lhe um favor: será que Ryan poderia fazer as vezes de seu namorado para afastá-la de um homem mal-intencionado e pegajoso?
Ryan não negaria esse favor a sua amiga, de forma alguma... Não só pelo carinho que nutre por ela, mas também por uma característica de sua personalidade: Ryan faz o tipo protetor (o tipo de homem com que toda mulher sonha em algum momento da vida).
Agora, depois de brincarem de namorados, será que os dois conseguirão manter a amizade de sempre?


Enredo

Ryan Sullivan, o famoso jogador de beisebol, teve sua vida salva na adolescência por uma garota que nunca seria notada em situações normais. Quando um carro desgovernado vai em sua direção, Vicki salva sua vida jogando-o longe.
Eles, claro, se tornaram amigos a partir daquele dia. Passavam quase todo o tempo juntos, brincando e falando sobre seus sonhos para o futuro. Porém, havia um segredo que nenhum deles foi capaz de revelar: nutriam sentimentos maiores do que a amizade um pelo outro.
Anos depois, mesmo com a distância de um oceano, não perderam o contato. Ryan se tornou famoso e Vicki se casou e se separou. O destino une os dois novamente quando, em busca de uma bolsa que alavancaria sua carreira de artista, ela se depara com um homem mal intencionado e precisa pedir ajuda ao seu melhor amigo...

Quero Ser Seu (Editora Novo Conceito, 287 paginas) não e nenhuma novidade, nem para os que já conheciam a série dos Sullivan nem para quem acabou de conhecer. Embora a narrativa seja boa, não foi suficiente para me envolver.

Personagens

Ryan é um cara extremamente protetor e possessivo, características que ficam aparentes pelos seus atos muitas vezes impensados. Já Vicki é uma mulher talentosa, porém insegura. Não confia em si mesma nem em seu trabalho. Embora seja uma mulher incrível, é muito oprimida.
Os personagens de Bella Andre compõem o clássico clichê: o homem dominador e a mulher que não se impõe contra as vontades dele.

Estrutura Artística
Capa: eu gostava mais das capas da série quando eram mais coloridas, mais cativantes. Não acho que atraia o público, nem que seja bonita.
Título da Obra: óbvio.
Sinopse: é um bom trabalho da editora.
Diagramação: nenhum erro foi encontrado.

Estrutura Física
Capa: material comum, resistência media, com filipetas.
Páginas: amareladas, refletem menos luz.

Análise

Enredo: 2,3
Originalidade: 1
Narrativa: 3
Intensidade da trama: 3
Espaço: 4
Habilidade do autor: 5
Diversidade de ambientes: 3
Tempo: 5
Concordância com a época: 5
Passagem do tempo: 5
Personagens: 3
Interação: 4
Personalidades: 1
Aparência e carisma: 4
Estrutura Artística: 4,1
Capa:1
Título da Obra: 1
Sinopse: 5
Diagramação:4,5
- Erros:4
- Fontes/Ilustrações: 5
Estrutura Física: 4,5
Capa: 4
Páginas: 5
Minha Opinião: 2
Nota Final: 3,5