15/01/2015

[Resenha] A Once Upon a Time Tale - Despertar

Título Original: Awakening
Série: A Once Upon a Time Tale #1
Autor: Odette Beane (baseado na série de televisão por Edward Kitsis & Adam Horowitz)
Editora: Planeta
Páginas: 302
Compre aqui

Emma Swan sabe muito bem como se virar sozinha. Ela foi abandonada quando ainda era um bebê e a vida não tem sido exatamente um conto de fadas para ela desde então.
Quando o filho que ela abandonou anos atrás a encontra tudo se tornará ainda mais complicado. Henry tem 10 anos agora e acredita que a mãe tenha nascido em um mundo alternativo mágico e que, na verdade, seja a filha desaparecida da Branca de Neve com o Príncipe Encantado.
Emma não acredita em uma palavra, mas de acordo com Henry, ela é a única que pode quebrar a maldição, jogada pela Rainha Má, e que afeta todos os personagens dos contos de fadas. Eles estariam presos na nossa realidade, na cidade de Storybrooke, sem seus poderes mágicos e em qualquer lembrança de quem realmente são.
Ao levar o garoto de volta para Storybrooke, Emma se vê atraída por esta estranha cidade misteriosa. A essência da magia parece estar por perto, mas seria possível que Chapeuzinho Vermelho, Grilo Falante e Fada Azul realmente existissem? Seria Emma capaz de aceitar o próprio destino?
Prepare-se para uma fábula moderna com reviravoltas emocionantes!


Sabe quando você está passeando na livraria, chorando por dentro devido ao vazio em seu bolso, e, de repente, algo na estante do outro lado te chama atenção e você sente a necessidade de se jogar, independente de quem vai atropelar no caminho? Foi o que aconteceu quando vi o já conhecido símbolo de Once Upon a Time na lombada desse livro. Eu sou uma fã confessa do seriado e não sabia que haviam feito uma adaptação, então imaginem minha surpresa. Meus olhos brilharam tanto que meu namorado se sentiu quase na obrigação de comprar pra mim. Ok, brincadeiras à parte.
Para aqueles que não conhecem a história: Emma Swan é uma mulher muito solitária e descrente devido ao fato de ter sido abandonada pelos pais quando era um bebê. Sem ninguém no mundo, se tornou uma mulher forte e decidida, mas seus muros começam a ser detonados quando, na noite de seu aniversário, um garoto aparece afirmando ser o filho que ela deu para a adoção dez anos atrás. Chocada, ela se dispõe a levar o garoto de volta para sua casa, numa cidadezinha chamada Storybrooke. O garoto, chamado Henry, afirma que nesta cidade todos os habitantes são personagens de contos de fadas presos em uma maldição que tirou as memórias de sua vida encantada, e Emma é a única que pode quebrar esta maldição.
O livro é, basicamente, uma versão resumida da primeira temporada da série. Sinceramente, acho que para quem não assistiu a leitura não será tão interessante, exatamente por ser tão direto e com uma narrativa que pode ser considerada insossa pela quase completa ausência de descrições de lugares e pessoas. No entanto, para quem acompanhou, é uma oportunidade agradável de relembrar alguns momentos, vibrar novamente com algumas descobertas, sem que a narrativa incomode já que as cenas da série passam pela cabeça automaticamente.
Como fã da série, posso afirmar que mesmo esta adaptação tendo sido uma surpresa deliciosa, me decepcionou em alguns aspectos. Por exemplo, enquanto a série é mais dinâmica com relação à história de cada personagem na Floresta Encantada, o livro se limita a contar as aventuras de Branca de Neve, apenas mencionando acontecimentos da vida dos outros. Isso me frustrou bastante porque meus personagens preferidos na série não tiveram destaque algum. Acontece o mesmo quando a narrativa está "no nosso mundo", onde o foco é todo para Emma tornando todos os outros coadjuvantes insignificantes.
Então, galera, acho que é isso. Ficou bem claro que tenho opiniões adversas quanto ao livro, mas ainda o recomendo para quem acompanha a série. Para quem não acompanha, recomendo que comecem a acompanhar!
Quer opinião de outros leitores? Confira as resenhas do Leonardo, do Segredo Entre Amigas, e da Cida, do Moonlight Books.