25/04/2016

Bienal do Livro 2016

Eba, eba! Vim mostrar pra vocês as aquisições dessa Bienal do Livro. Não tirei muitas fotos no evento porque acabou a bateria do celular  tive alguns problemas técnicos, mas estava tudo muito lindo!

A primeira coisa que fiz assim que cheguei foi encontrar a Comix. Tem anos que estou tentando completar minha coleção de mangás do Kingdom Hearts, por Shiro Amano. Infelizmente não tive tanto sucesso quanto esperava, mas consegui alguns exemplares que eu ainda não tinha! Até agora não tive nem coragem de tirá-los do plástico, fico só namorando a ilustração das capas haha


Depois passamos num estande que, se não me engano, se chamava Promolivros. TINHA AS CRÔNICAS DE GELO E FOGO POR R$20 CADA! Quase comprei todos de novo só pelo preço, juro. Os preços estavam super acessíveis, mas não encontrei muitas opções interessantes para mim. Acabei comprando só um livro do meu amado André Vianco, Estrela da Manhã, que me deixou muito curiosa, e Hellraiser como presente de um ano de namoro pro Pedro e pra mim (). Mas gente, fala sério, olha essa capa do Hellraiser? É de babar.



Com mais esse rombo na minha verba, ainda passei *acidentalmente* no estande da D'Plácido Editora. O objetivo era so conhecer os títulos mesmo, mas eles estavam com uma promoção muito tentadora: na compra de três livros, o terceiro saia pela metade do preço. Pra piorar, ainda conheci a Fernanda Medeiros e a Adelina Barbosa, autoras de Triângulo de 4 Lados e Trevo de 4 Folhas. As duas são tão simpáticas e fofas que, adivinhem? Tive que comprar os dois. Já que estava lá, porque não levar o terceiro, né? O escolhido foi Nas Estrelas, de Mariana Cestari.


E pra finalizar, um encontro que fez o meu dia: Bruna Longobucco! Quem acompanha o site desde os primórdios sabe que ela foi nossa primeira autora parceira e muito do que o site é hoje se deve a ela, que confiou demais em mim para resenhar seus primeiros livros. Tiramos foto com a nova edição de Centúrias, que ficou lindíssima por sinal, e como vocês podem ver na resenha que fiz lááá em 2011, a diagramação foi exatamente uma das coisas que critiquei na época e agora o livro está todo de cara nova! Muito feliz pelo sucesso da Bruna! 


Nessa altura meus pés já estavam latejando, meus braços doendo de carregar peso e minha conta bancária zerada (hehe). E vocês, foram na Bienal, compraram muito? Conta aí!