27/07/2016

[Imaginação em Tela] O Corvo


O escritor Edgar Alan Poe (John Cusack) está na caça de um assassino serial que imita os crimes de seus contos e ainda sequestrou sua noiva Emily (Alice Eve). Para ajudá-lo na investigação, o detetive Emmet (Luke Evans) assume o caso e pretende dar um fim aos terríveis assassinatos, que são seguidos de charadas criadas pelo criminoso que desafia a inteligência do autor num jogo de gato e rato.
Não posso ser considerada uma grande fã de Edgar Allan Poe - só fui conhecer parte de sua obra este ano (confira a resenha de Contos de Imaginação e Mistério aqui). No entanto, o pouco que li do autor me encantou de uma forma inexplicável, me apaixonei completamente pela aura de suspense e morbidez que permeia todos os contos de Poe.
O filme O Corvo torna o poeta um personagem de seus próprios contos: um homem perturbado, entregue à decadência e ao vício, vivendo uma situação morbidamente intrigante. Acontece que alguém decidiu usar a imaginação dele como inspiração para cometer uma série de crimes sangrentos. Como se não bastasse, o criminoso leva para o lado pessoal ao sequestrar a amada de Poe, Emily Hamilton - filha de um milionário que não gosta nem um pouco de Edgar.
Com a promessa de matá-la em um curto período de tempo, a condição para salvar a donzela em perigo é simples: Poe deverá escrever contos sobre os assassinatos cometidos e publicá-los no jornal local, ao mesmo tempo em que tenta decifrar as pistas que o assassino deixa pelo caminho. Tendo como parceiro o detetive Emmett Fields, Edgar Allan Poe terá que bancar um verdadeiro Sherlock Holmes para resolver todo o mistério.
O enredo serve tanto para apresentar o poeta para quem não o conhece quanto para agradar quem já teve contato com seus textos principais, tais como "O Coração Revelador", "O Assassinato da Rua Morgue", "O Poço e o Pêndulo", entre muitos outros. Um dos melhores aspectos da experiência, para mim, foi saber qual era o conto que estava sendo referido e anotar os desconhecidos para ler depois, o enredo conseguiu captar totalmente minha atenção.
Outro aspecto interessante da trama - que eu só descobri com as pesquisas para essa postagem, por sinal - foi o paralelo entre ficção e realidade. A morte de Edgar Allan Poe, na vida real, é cercada de mistério: até os dias de hoje não se sabe o motivo do poeta estar perambulando pela ruas soltando frases desconexas. O roteiro se propõe a "explicar" a morte do autor, com uma história digna de seus próprios contos: afinal, haveria uma morte mais apropriada para Poe do que uma cercada por assassinatos, suspense e - porque não - uma pitada de heroísmo?

Título Original: The Crow
Lançamento: 18 de maio de 2012
Duração: 1h 51min
Direção: James McTeigue
Gênero: Suspense, Policial
Nacionalidade: Espanha, Hungria, EUA
Avaliação:★★★★★❤