09/08/2016

5 livros com temática LGBT

O tema inicial da postagem de ontem era completamente diferente deste (envolvia bolos deliciosos) mas enquanto eu escrevia parecia que algo estava faltando. Acontece que a leitura de A Menina Submersa continua me fazendo refletir sobre muitas coisas e uma delas é a falta de representabilidade da comunidade LGBT na literatura - algo que tem mudado recentemente, com as editoras apostando cada vez mais em livros com essa temática.
Esses personagens servem para fornecer um olhar a respeito da comunidade LGBT e, mais importante, permitem que alguém se identifique, se veja refletido na cultura popular. É fundamental que haja cada vez mais , uma diversidade na orientação sexual dos personagens que compõem o universo da literatura, uma vez que é um dos meios pelo qual as pessoas começam a formar opiniões sobre si mesmas e o mundo ao redor.
A maioria dos livros que citarei aqui eu, infelizmente, ainda não tive oportunidade de ler. No entanto, deixarei tanto a sinopse quanto o link para alguma resenha, assim tanto eu quanto vocês teremos a oportunidade de conhecer novos blogs!

Aristóteles e Dante Descobrem os Segredos do Universo

Fonte da Imagem: Pausa para um Café
Dante sabe nadar. Ari não. Dante é articulado e confiante. Ari tem dificuldade com as palavras e duvida de si mesmo. Dante é apaixonado por poesia e arte. Ari se perde em pensamentos sobre seu irmão mais velho, que está na prisão.
Um garoto como Dante, com um jeito tão único de ver o mundo, deveria ser a última pessoa capaz de romper as barreiras que Ari construiu em volta de si. Mas quando os dois se conhecem, logo surge uma forte ligação. Eles compartilham livros, pensamentos, sonhos, risadas - e começam a redefinir seus próprios mundos. Assim, descobrem que o amor e a amizade talvez sejam a chave para desvendar os segredos do Universo.
Resenha do Pausa para um Café aqui.

Garoto encontra Garoto

Fonte da Imagem: Cappuccino Gelado
Nesta mais que uma comédia romântica, Paul estuda em uma escola nada convencional. Líderes de torcida andam de moto, a rainha do baile é uma quarterback drag-queen, e a aliança entre gays e héteros ajudou os garotos héteros a aprenderem a dançar. Paul conhece Noah, o cara dos seus sonhos, mas estraga tudo de forma espetacular. E agora precisa vencer alguns desafios antes de reconquistá-lo: ajudar seu melhor amigo a lidar com os pais ultrarreligiosos que desaprovam sua orientação sexual, lidar com o fato de a sua melhor amiga estar namorando o maior babaca da escola... E, enfim, acreditar no amor o bastante para recuperar Noah!
Resenha do Livros & Fuxicos aqui.

As Vantagens de Ser Invisível

Fonte da Imagem: Serendipity
Ao mesmo tempo engraçado e atordoante, As vantagens de ser invisível reúne as cartas de Charlie, um adolescente de quem pouco se sabe - a não ser pelo que ele conta nessas correspondências -, que vive entre a apatia e o entusiasmo, tateando territórios inexplorados, encurralado entre o desejo de viver a própria vida e ao mesmo tempo fugir dela.
As dificuldades do ambiente escolar, muitas vezes ameaçador, as descobertas dos primeiros encontros amorosos, os dramas familiares, as festas alucinantes e a eterna vontade de se sentir “infinito” ao lado dos amigos são temas que enchem de alegria e angústia a cabeça do protagonista em fase de amadurecimento. Stephen Chbosky capta com emoção esse vaivém dos sentidos e dos sentimentos e constrói uma narrativa vigorosa costurada pelas cartas de Charlie endereçadas a um amigo que não se sabe se real ou imaginário.
Íntimas, hilariantes, às vezes devastadoras, as cartas mostram um jovem em confronto com a sua própria história presente e futura, ora como um personagem invisível à espreita por trás das cortinas, ora como o protagonista que tem que assumir seu papel no palco da vida. Um jovem que não se sabe quem é ou onde mora. Mas que poderia ser qualquer um, em qualquer lugar do mundo.
Resenha do Serendipity aqui.

Todo Dia

Fonte da Imagem: Prateleira Colorida
Neste novo romance, David Levithan leva a criatividade a outro patamar. Seu protagonista, A, acorda todo dia em um corpo diferente. Não importa o lugar, o gênero ou a personalidade, A precisa se adaptar ao novo corpo, mesmo que só por um dia. Depois de 16 anos vivendo assim, A já aprendeu a seguir as próprias regras: nunca interferir, nem se envolver. Até que uma manhã acorda no corpo de Justin e conhece sua namorada, Rhiannon. A partir desse momento, todas as suas prioridades mudam, e, conforme se envolvem mais, lutando para se reencontrar a cada 24 horas, A e Rhiannon precisam questionar tudo em nome do amor.
Resenha do Um viciado em livros aqui.

Will & Will

Fonte da Imagem: Mila Menezes
Em uma noite fria, numa improvável esquina de Chicago, Will Grayson encontra... Will Grayson. Os dois adolescentes dividem o mesmo nome. E, aparentemente, apenas isso os une. Mas mesmo circulando em ambientes completamente diferentes, os dois estão prestes a embarcar em um aventura de épicas proporções. O mais fabuloso musical a jamais ser apresentado nos palcos politicamente corretos do ensino médio.
Resenha do Sobre Sagas aqui.

E, obviamente, não são apenas estes. Tem muitos outros livros incríveis com a temática LGBT atualmente e eu queria poder listar todos aqui, mas a postagem já ficou bem grandinha. Vocês já leram algum desses livros? Me conta o que acharam! 

Até a próxima!