17/08/2016

[Imaginação em Tela] Como eu era antes de você

Não recomendado para menores de 12 anos.
Rico e bem sucedido, Will (Sam Claflin) leva uma vida repleta de conquistas, viagens e esportes radicais até ser atingido por uma moto, ao atravessar a rua em um dia chuvoso. O acidente o torna tetraplégico, obrigando-o a permanecer em uma cadeira de rodas. A situação o torna depressivo e extremamente cínico, para a preocupação de seus pais (Janet McTeer e Charles Dance). É neste contexto que Louisa Clark (Emilia Clarke) é contratada para cuidar de Will. De origem modesta, com dificuldades financeiras e sem grandes aspirações na vida, ela faz o possível para melhorar o estado de espírito de Will e, aos poucos, acaba se envolvendo com ele.
Eu ainda não li o livro da Jojo Moyes. Começo a postagem já com essa bomba. Acontece que eu tive aquele spoiler sobre a trama e acabei desanimando, sabe. E acho que eu nem teria visto o filme se não fosse a minha querida Emilia Clarke interpretando o papel da Lou.
Louisa Clark não tem nada de especial, além de sua mania de usar roupas antiquadas e cafonas: não é brilhante, nem dona de uma beleza extraordinária e vive num comodismo que não a incomoda um segundo sequer. Lou trabalha como garçonete de um café - porque foi desafiada por sua irmã, e acabou ficando por lá mesmo - mas acaba sendo despedida. Com sua família numerosa passando por grandes dificuldades financeiras, ela procura desesperadamente por qualquer emprego que aceite alguém sem muita experiência ou qualificações.
Will sempre foi um aventureiro, daqueles cujo lema é viver cada minuto da vida da forma mais empolgante possível. No entanto, em um dia chuvoso, sua vida perfeita sofreria um grade baque: após se envolver em um acidente, ele ficou tetraplégico - e não há chance de melhora. Ele se torna um homem extremamente cínico, mau-humorado e depressivo.
O jeito cafona, sorridente e falador de Lou será exatamente o que fará com que seja contratada para cuidar de Will, numa tentativa de alegrar os seus dias. Aos poucos, ela tenta quebrar as barreiras que ele construiu ao redor de si contra o mundo e Will tenta fazer com que ela perceba a importância de perseguir os seus sonhos.
Por não ter lido o livro, não sei se o filme serve como uma adaptação. Experienciei o equilíbrio perfeito entre momento engraçados - especialmente com a insistência de Lou para se aproximar de Will e suas expressões exageradas - e dramáticos, que realmente me emocionaram muito. Senti as coisas evoluindo muito rápido entre o casal e gostaria que tanto isso quanto as relações familiares tivessem sido mais exploradas, mas acho que o tempo de filme acaba não permitindo isso.
Como eu era antes de você é, antes de tudo, um filme sobre escolhas. E sobre como o amor, ou o simples convívio com outrem, pode mudar a forma como alguém vê o mundo. É sobre respeito mútuo, mesmo que um não entenda completamente o por quê das decisões do outro. Sobre ser você mesmo e seguir seu coração, mesmo que tudo te diga o contrário.
Vocês também viram o filme? O que acharam?

Lançamento: 16 de junho de 2016
Duração: 1h 50min
Direção: Thea Sharrock
Gênero: Drama, Romance

Até a próxima!