18/04/2017

Julgando pela Capa: Os 13 Porquês

Já faz 84 anos... que essa sessão não aparece aqui no blog! As postagens antigas nem existem mais, pra vocês terem uma ideia de quanto tempo já se passou. Pra quem não conhece: Julgando pela Capa é um postagem de frequência indeterminada (leia-se: quando bate a disposição de passar horas pesquisando) na qual eu mostro as capas de um livro em vários países e faço comentários inúteis pertinentes sobre elas.
Dessa vez, vamos ver as capas desse livro que está bombando por causa da série lançada pela Netflix: Os 13 Porquês. Para quem não conhece, segue uma breve sinopse e a capa brasileira:
Hannah Baker cometeu suicídio - e não tem quem não esteja falando sobre o assunto. Certo dia, Clay Jensen - um garoto que estuda na mesma escola que ela frequentava - encontra na porta de sua casa um pacote misterioso. Dentro dele, Clay encontra várias fitas gravadas pela garota antes de sua morte (obviamente) contando os motivos que a levaram a tal ato - e ele é um desses motivos. É assim que Clay se vê compelido a ouvir todas as fitas, por mais sofrimento que elas tragam, para tentar descobrir como ele poderia ter contribuído para essa tragédia.

Vamos ver as capas? 😀

Oi, Hannah!

Muitos países fizeram a aposta básica de colocar uma garota na capa, representando Hannah. Era a opção mais segura, mas nem sempre a mais interessante: afinal, não parece trazer nada de "novo" e creio que não atrai leitores.
Espanha | Estônia
A capa estoniana ficou bem apagada pra mim, mas achei interessante colocarem a moça segurando uma folha azul - que é a cor comumente associada à depressão. Achei a capa espanhola mediana: nem muito bonita, nem muito feia, só ok - um ponto positivo, no entanto, é terem colocado de cenário um parque de diversões (que, para quem conhece a trama, tem um significado forte).
França | Hungria
É impressão minha ou a modelo da capa da hungria é a mesma atriz que interpreta a Hannah (Katherine Langford)? Não gostei muito das bolhas, nem da fonte que usaram pro título... Por outro lado, achei a capa francesa muito bonita nesses aspectos - mas por algum motivo não gostei muito da modelo, da foto em si... sei lá, parece que ela tá sorrindo.
Itália
Eu não sei qual das edições italianas veio primeiro, mas aposto todas as minhas fichas que foi a da esquerda. Que capa feia, meus amigos! Mas vamos dar um desconto: eles se redimiram com a capa da direita - que é linda, mesmo que não me traga nada relacionado ao enredo do livro.
Lituânia | Sérvia
Não sei se é uma opinião exclusiva minha, mas eu gosto quando as capas trazem em si o "clima" do livro. Os 13 Porquês é, obviamente, um drama - e um dos pesados. Por esse motivo, não gostei muito dessas duas capas: achei a da Lituânia muito com cara de young adult e a da sérvia me dá a impressão de contar a história de uma escritora frustrada (?).

Acabei de perceber que seu nome é "argila"

A Eslovênia e a Polônia acharam que seria melhor colocar na capa não a Hannah, mas o pobre coitado do Clay. Não sei se gostei muito porque, sinceramente, a história não é sobre ele - por mais que ele seja quem nos leva a conhecer a vida de Hannah.
Eslovênia | Polônia
E, sinceramente, achei a tentativa de inovação bem frustrada. Não gostei da capa eslovena porque achei muito simples - nunca chamaria minha atenção em uma livraria - e eu não consigo parar de imaginar que o modelo tá ouvindo k-pop, e não as fitas. Desculpa. Quanto à capa polonesa... bem,  acho que eu prefiro não comentar.

Bem-vindo à sua fita

Esse é, definitivamente, o meu conceito preferido de capa para essa obra! Assim como o Brasil, muitos países apostaram em fitas na arte - mas nem todos foram tão bem-sucedidos.
Bulgária | Indonésia
Eu gostei muito da fita da capa da Bulgária, mas achei bem feias as fontes e cores que usaram pro título e nome do autor - não combinou com nada! Já a da Indonésia eu adorei, achei muito original usarem a fita para escrever o título do livro e o nome do autor escrito na fita - que, por sinal, está sangrando (um pouco pesado, né).
Catalão | Portugal
A capa de Catalão é bem simples e eu não gostei muito... Já a capa portuguesa me conquistou totalmente! Minha única preocupação é dar um ar muito infantil... será que a capa atingiu o público certo?

Diferentonas

Alemanha | Holanda
Eu achei a capa alemã muito linda, mas completamente distonante com o enredo - me parece mais um thriller psicológico em que alguém foi sequestrado. Eu não entendi muito bem o que a capa holandesa queria, mas achei ela bonitinha.
Suécia
Essas duas capas são da Sérvia e sério: entraram como diferentonas porque eu achei bem feias. A segunda foi até um pouco melhor, mas acho que não conseguiu se redimir do erro da primeira, sinceramente.

O que vocês acharam das capas dessa obra? Por sinal, vocês já leram Os 13 Porquês? Me contem o que vocês acharam dessa postagem nos comentários!