25/04/2017

Leitores são mais gentis e empáticos

Esta postagem é uma tradução livre de uma postagem que achei na internet e quis compartilhar com vocês - se preferirem, também podem conferir o texto original.
garota lendo sentada na natureza
Alegrem-se leitores, porque qualquer um que já tenha dito que ter sua cabeça em um livro significa que você está sendo antissocial vai ter que engolir suas palavras. Um novo estudo sugere que aqueles que leem regularmente, especialmente ficção, são na verdade pessoas mais gentis e empáticas.
O estudo, desenvolvido pela Kingston University e apresentado na conferência da Sociedade de Psicologia Britânica em Brighton, Reino Unido, no começo de maio, também descobriu que aqueles que apenas assistiam televisão apresentaram menos compreensão sobre outras pessoas.
Para o estudo, os pesquisadores questionaram 123 pessoas sobre suas preferências por livros, programas de televisão e peças de teatro. Eles também foram perguntados sobre o tipo de entretenimento que eles preferiam, de comédia e romance a drama e não-ficção.
Eles foram então testados em suas habilidades interpessoais, com os pesquisadores investigando sobre seu comportamento para com os outros, se eles consideravam os sentimentos de outras pessoas ou compreendiam e respeitavam outros pontos de vista, e se eles ativamente auxiliavam outras pessoas.
Baseando-se nestas respostas, os pesquisadores descobriram alguns resultados interessantes. Eles descobriram que aqueles que liam mais mostraram um maior comportamento social positivo e uma habilidade melhor para simpatizar com outros, enquanto aqueles que preferiam assistir televisão não demonstraram a mesma habilidade para empatia e era mais suscetíveis a mostrar comportamento antissocial.
lendo na natureza
"Os achados sustentam evidências anteriores de que a exposição à ficção se relaciona com uma variedade de habilidades empáticas", disse o orientador do estudo Rose Turner. Contudo, "as formas de ficção não são iguais. Associações entre habilidades empáticas, mídia e gênero divergem."
Eles descobriram que o gênero preferido das pessoas estava ligado à suas habilidades interpessoais e comportamento, com aqueles que preferiam ficção exibindo as habilidades sociais mais positivas. Amantes de romance e drama mostraram os comportamentos mais empáticos e a habilidade de ver outros pontos de vista, enquanto fãs de comédia foram aparentemente os mais capazes de relacionar-se com outros.
"O envolvimento com prosa ficcional e comédia, em particular, pode ser a chave para aprimorar as habilidades empáticas das pessoas", disse Turner.
Os pesquisadores concluíram que aqueles que leem ficção regularmente são mais bem-adaptados para ver as coisas pelo ponto de vista de outras pessoas, o que faz delas melhores em entender pessoas. No entanto, eles têm ciência de que seu estudo não concluiu se os efeitos são causais: ler faz de você mais gentil e empático, ou pessoas mais empáticas são propensas a ler ficção?
Novos estudos são necessários neste assunto mas, enquanto isso, pegar um livro não machuca - e pode fazer do mundo um lugar melhor.
___________________________________
Algumas considerações importantes sobre esse estudo: como vocês podem ver, a amostra utilizada foi bem pequena (só 123 pessoas) então não dá pra tomar os resultados como definitivos - até porque eles foram um tanto quanto pouco conclusivos. Acredito nesse tema e na relação que pode existir entre a leitura e a empatia. Afinal, o que leitores mais fazem é se colocar na pele dos personagens, não é mesmo?

O que vocês acharam desse estudo? Querem que eu traga mais traduções de conteúdo gringo pro blog? Me contem nos comentários!