Destaques

Newsletter

30/04/2018

Coragem | Rose McGowan [+sorteio]

Nós abominamos spoilers. Você está seguro.

É preciso força para expor sua fragilidade

Um belo rosto na tela de milhares de TVs: Rose McGowan não passava disso para os muitos que a conheciam apenas pelos enredos que atuava. Pouco sabiam sobre o turbilhão que carregava consigo por tudo aquilo que viveu, vivia e ainda vive  porque sobreviver é um árduo exercício diário. Os movimentos #MeToo e #TimesUp, porém, foram o começo de uma longa batalha pelo fim dessa farsa cruel: Rose tornou-se porta voz de campanhas que se dedicam a devolver às mulheres o direito básico de serem ouvidas e respeitadas em sua dor, denunciando abusadores poderosos que manipulam todo o sistema a seu favor. Mas um longo caminho teve de ser trilhado para que Rose encontrasse sua própria voz, antes que pudesse incentivar outras como ela a fazer o mesmo...
"Coragem", de Rose McGowan
Os primeiros capítulos dessa obra já são brutais para o leitor ⎼ mal posso imaginar como deve ter sido para uma garotinha que, com a pouca inocência que lhe era permitida, foi criada em um culto que prega crueldade como religião. Por muitos anos, Rose viveu os absurdos de uma seita (se me é permitido chamar dessa forma) que incentivava o sexo como forma de converter novas almas e o contato íntimo entre adultos e crianças. Abusada física e psicologicamente, os traumas desse histórico de violência e negligência familiar marcaram por toda a vida a forma como Rose via e interagia com o mundo, mesmo depois de fugir da comunidade na calada da noite ⎼  na mente da garota que nunca viveu uma relação de amor e respeito, as hostilidades e os abusos foram, de certa forma, aceitados e naturalizados.

"Eu dizia a mim mesma que ficaria bem se fosse perfeita o bastante. Se fosse perfeita o bastante, ficaria em paz e ninguém desejaria me machucar."


Mas o pesadelo não acabou com a fuga: a bipolaridade de seu pai fazia com que ele fosse extremamente violento em seus piores momentos; e a mãe, também marcada por traumas, se envolvia em terríveis relacionamentos abusivos. Ao tentar se livrar de tudo isso, ainda uma jovem adolescente, Rose acaba indo para as ruas ⎼ pelo menos dessa forma, sua sobrevivência dependia apenas dela mesma ⎼ onde passou fome, teve medo e (talvez o pior dos males) foi descoberta por Hollywood. O que a princípio pareceu a solução de todos os seus problemas foi, na verdade, sua condenação final: como a própria define, ela saiu de um culto secreto para entrar em um culto público, talvez ainda mais cruel do que aquele que deixara para trás. 
"Coragem", de Rose McGowan

Literalizando...

A riqueza da obra de Rose McGowan vai além da grande inspiração que ela é como mulher: a atriz propõe reflexões que, mais do que válidas, são necessárias. De sua forma seca e bruta de colocar opiniões, é com um soco na cara que Rose nos obriga a prestar um olhar mais atento ao conteúdo produzido e vendido pela grande indústria de entretenimento: sem que percebamos, o que consumimos molda a forma pensamos e vivemos. Não é de hoje que me ofende a forma como mulheres são retratadas pela mídia: sexualização dos corpos, consolidação de estereótipos, estupro como recurso narrativo... A lista de barbaridades reproduzidas é infinita e as atrizes estão no meio desse vórtice, indefesas perante homens ricos que se sentem no direito de tratarem-nas como objetos. Hollywood esconde uma podridão imensa por baixo do glamour que mostra para o mundo ⎼ e, devemos admitir, isso não é uma grande surpresa para ninguém... mas ainda dói saber que o poder é mais valorizado do que uma vida. 

"A agressão sexual leva embora nossa habilidade de ser quem somos e rouba quem nos tornaríamos."

Não vou mentir e dizer que esta é uma leitura agradável. Não é. E, sinceramente, não poderia ser. A guerra de Rose, a raiva pulsante que ela expressa em cada palavra de seu relato, é a nossa guerra. É a nossa raiva. É a indignação que engolimos dia após dia, porque estamos simplesmente cansadas demais para questionar a banalização dos abusos e assédios que sofremos diariamente ⎼ muitas vezes, parece mais fácil deixar para lá porque nada nunca parece mudar. A coragem de Rose é justamente não desistir; é se reerguer e ser quem ela é hoje e, ainda, de incentivar outras pessoas a fazer o mesmo: não deixar seu brilho ser apagado por pessoas para as quais você é apenas mais um corpo, um objeto a ser usado e descartado. A coragem de Rose é deixar para trás o lugar de vítima e se colocar no lugar de sobrevivente ⎼ e lutar. Eu faço parte desse exército. E você?
"Coragem", de Rose McGowan
Coragem é uma autobiografia que vai muito além de um manifesto feminista: é um relato sobre descobrir a si mesmo, perceber sua força e aceitar suas fraquezas ⎼ exatamente o que não querem que façamos. Essa obra é voltada para o público adulto e pode conter gatilhos, pois diversos assédios e abusos são denunciados sem papas na língua ⎼ embora com uma admirável discrição.

Aleatoriedades

  • Não tenho costume de ler biografias ⎼ são leituras lentas, o excesso de datas e detalhes sempre falhou em me cativar. Mas essa obra é diferente, pois Rose fala direto com o leitor: em muitos momentos, senti que poderia abraçá-la e dizer que juntas faríamos tudo ficar bem.
  • O modo agressivo de Rose expor algumas situações me causou certa aversão a princípio, pois me pareceu... extremo. Foi com o passar das páginas que eu percebi que, embora isso talvez afaste algumas pessoas de seu discurso, ela tem todo o direito de se sentir assim.
  • Eu tenho um histórico de abuso ⎼ triste dizer, mas é difícil encontrar alguma mulher que não o tenha. Foi pesado ler as cenas mais explícitas da obra, mas foi ainda mais inspirador ver Rose dar a volta por cima.
  • Nunca fui uma pessoa de assistir televisão. Meu primeiro contato com a atriz foi por meio dessa obra ⎼ e devo dizer que isso já fez com que eu a admirasse muito pela pessoa que ela é.
  • Pensei seriamente em raspar o meu cabelo, inspirada nesse ato da Rose. Já tive muita vontade antes, mas sempre me faltou justamente a coragem!

"Não se curve para fazer os outros se sentirem mais altos."

Você gostou do livro? Não se aguenta de curiosidade para ler? Então que tal participar de um sorteio para ganhar um exemplar? Sim, essa é uma resenha premiada! Para participar, é muito fácil: nenhuma das opções do formulário Rafflecopter abaixo são obrigatórias, você faz as que se sentir mais confortável ⎼ mas lembre-se, quanto mais entradas, mais chances de ganhar!

a Rafflecopter giveaway

O sorteio é válido apenas para território nacional, e estará ativo até 31/05. O ganhador será notificado por e-mail e, caso não responda em 48h, o livro será sorteado novamente. A obra será enviada por minha conta em até 40 dias para o endereço informado pelo ganhador ⎼ não me responsabilizo por eventuais danos ou extravios nos Correios. Qualquer questão que surgir, será resolvida por mim!

Título: Coragem | Autor: Rose McGowan | Ano: 2018 | Páginas: 271 | Compre na Amazon
Comprando por este link, você ajuda o blog a crescer ⎼ e não paga nadinha a mais por isso!


Ufa! Ainda estão aí? O que acharam do livro? Me contem nos comentários! 

VOA, LIBELINHA
VOA 🙘

Obra recebida como cortesia da editora HarperCollins Brasil. Isso não afeta a honestidade da minha opinião!

Comentários via Facebook

@literalize.se

© Literalize-se – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in